16.12.10

Príncipe insatisfeito


Tão pequeninos são os meus dias
Tão arredio e breve o tempo
Para tudo aquilo que me falta saber.

pedro antônio de oliveira

15 comentários:

Gabriela Maria disse...

Tão suficiente pra tudo que é necessário abraçar.... O possível é o suficiente - disse o mendigo, sem dente, sorrindo, satisfeito.

Eduardo Montanari disse...

E a cada dia o tempo está mais rápido, os dias mais curtos. O que será que está vindo?

Morena disse...

Menino Pedro!!!

Os dias passam voando, mais mesmo que o tempo seja arredio e muito breve, coisas boas sempre surgem quando menos esperamos..

Um xerimm enorme em seu coração
=***

Giuliana disse...

Quão pequenino o dia, o mundo, a vida para completar o nosso saber. Missão impossível, graças à Deus, pq é isso que nos torna eternos.
Bjs

Giuliana disse...

Quão pequenino o dia, o mundo, a vida para completar o nosso saber. Missão impossível, graças à Deus, pq é isso que nos torna eternos.
Bjs

Maria Rita disse...

Infinita é essa sede de viver que me veste de pressa para que a vida seja toda agora!


Beijos pra Ti

Lívia Inácio disse...

Calma,Pedro!

muita calma! rsrs

cris belier disse...

Essa sede é necessária e tomara que não passe nunca!
Carpe diem!

Mimirabolante disse...

Menino bacana......Feliz Natal!!!Apesar de deixar poucos comentários,estou sempre de olho no seu belo trabalho!!!!bjcas

albuquerque júnior disse...

[e o que é que não falta ao homem saber? o que sabemos? o quanto saberemos? nesse grande reino chamado mundo, nunca haverá satisfação, nem para os príncipes, nem para os súditos...

forte abraço, companheiro e grande escritor!

excelente rflexão]

J Araújo disse...

Que nesse natal, possamos rever o nosso passado para melhorar o nosso futuro. Que Deus nos abençoe e brilhe com sua luz perante você, abrindo o caminho até Ele!
São os votos de J Araújo

Janaina Cruz disse...

Pedro, mesmo com dias pequeninos, eles esticam-se e ficam perfeitos dentro da tua poesia...
Amei teu blog, temos gostos parecidos :)
Sigo o! :*

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Pedro! Passando para te desejar um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo, e dizer que, se pedires a Deus ele te ensinará num piscar de olhos. Rsrs.

Abraços,

Furtado.

J.J. disse...

Isso ai! Arrebenta na escrita!

Sueli disse...

Se eu pudesse te dar um presente de natal seria:
Nem uma vidinha
Nem um vidão
Simplesmente uma vida
Plena e intensa
Mas não tensa.

Com alguém para amar
Com um ombro para chorar
Com momentos para brindar
Com grana para gastar
Com amigos para compartilhar.

Simplesmente uma vida
De erros e acertos
Com alguns exageros
De muito intendimento
E pouco arrependimento.

Uma vida larga
Sem margem, cheia de aragem
Para quem embarca
Com a cara e a coragem
Nesta maravilhosa viagem.

São os meus votos para você.
Boas Festas!