2.7.16

Voam no vento


Amor é uma palavra que enfeita, que laça, abraça, esconde outros desejos.
Desejos são delírios, lírios que dançam, iludem, balançam.
Corações, corações são pequeninos grãos de areia, tão fininhos.
Que qualquer vento, menino, leva pra outro lugar.
Olhos nos olhos, que temos tempo, pois tudo é tão simples, simples de achar.
Que o sentimento não mede palavras, pois as palavras voam no vento.
Que o sentimento não pede palavras, pois as palavras se perdem no tempo.

fábio jr.