24.3.16

Acordar


...e poder conduzir a vida
como aquelas nuvens de algodão
que passeiam atrevidas pelo céu,
dissipando-se em libertação.

pedro antônio de oliveira

Do divino lugar


De longe te hei de amar; 
- da tranquila distância 
em que o amor é saudade 
e o desejo, constância. 

cecília meireles

21.3.16

Qual o caminho?

Por onde andam os meninos do Isoldina? Banda bacana que merecia ganhar o mundo. Conheci pessoalmente essa turma. Tenho um CD deles. Um som maneiro. Confira aí uma das minhas preferidas.


pedro antônio de oliveira

13.3.16

Quando bate aquela saudade

Quer melhor fase da vida que a infância?

Basta acessar alguns vídeos de grupos musicais infantis da década de 80, no YouTube, para ler dezenas, centenas de comentários de adultos que lamentam ter deixado para trás uma época tão boa, tão cheia de inocência e fantasia. Quem não gostaria de embarcar numa máquina do tempo e voltar a ser criança? Pena que os produtores de discos e de TV parecem ter se esquecido dos pequenos.

Quem hoje está na faixa dos 30 anos ou um pouquinho mais, com certeza, tem história para contar e ótimas recordações das canções incríveis, com melodias deliciosas. Balão Mágico, Trem da Alegria, Os Abelhudos, Xuxa, Bozo, Sérgio Mallandro, Mara, Fofão... e muitos outros.

Separei alguns vídeos superlegais. Confira.


pedro antônio de oliveira

4.3.16

Das nuvens, do céu


Eu vim do esconderijo das estrelas, 
lugar de anjos solitários,
que aprenderam com muitas guerras
o sentido do amor.

Sou de tão longe,
um lugar onde seus olhos e seu coração
ainda não podem alcançar.

Estou aqui, disfarçado de semente,
me tornando, pouco a pouco, um farol
para um dia você olhar para o alto,
me avistar de um jeito descuidado,
com um certo ar de ternura,
e sentir a paz que, 
por uma eternidade,
eu sonhei lhe dar.

pedro antônio de oliveira