25.6.11

Lá-lá-larí-lá-iá...


Acorda ligeira e vem olhar que lindo
Sobre o morro
Sol se debruçar
Leite novo
Espuma dessa madrugada
Passarada
Vem te despertar
Tantos pés descalços
Posso ver 
Meninos a correr
Na direção do dia. (...)

"acontecência" cláudio nucci

7 comentários:

Dois Rios disse...

Lindo!

A beleza do poente é efêmera!

Hà mesmo que correr para desfrutá-la.

Beijo,

Inês

evandro mezadri disse...

Muito legal, Pedro!
Uma poesia com imagens, real em seus sentimentos.
Grande abraço e sucesso!

Pedro Antônio disse...

Obrigado, Evandro e Inês!

Um abração! Gosto muito dos blogs de vocês.

Até!

Pedro Antônio

Eduardo Montanari disse...

O que traduz melhor? A imagem ou a palavra? Não sei, só sei que a combinação dessas duas juntas faz maravilhas e foi isso que aconteceu aqui agora.

CLEMENTE GERMANO MULLER disse...

E aí meu amigo Pedro Antônio... Hoje voltei a dar uma espiadinha no teu blog e teu texto me lembrou de fazer um blog apenas com o sol se pondo, no mar ou entre as montanhas. Quando colocar as fotos peço permissão para divulgar esse teu poema. Um grande abraço brother.

Pedro Antônio disse...

Oi, Clemente!

Obrigado pela visita. O texto não é meu. É do Cláudio Nucci. Trata-se de uma música, muito linda por sinal. Depois veja a letra completa neste link (recorte e cole, se for o caso):

http://letras.terra.com.br/claudio-nucci/272628/

Abração a todos aqui da Torre!

Pedro Antônio

Patrícia ♥ disse...

Tem selinho pra vc no meu Blog (:

Beijoos!!

http://pathyoliver.blogspot.com/2011/06/500-seguidores-yupiiii.html