12.2.11

Jogue limpo


O pai virou o resto do farelo de Chips do filho na boca e atirou o pacote vazio na calçada. Ele deve achar que o mundo é uma grande lata de lixo. Tomara que o garoto não tenha aprendido essa lição sujinha.  Ah, mas me deu uma vontade de falar umas verdades... Ainda bem que a Soninha me segurou. Parabéns, Soninha, justamente você, que é tão esquentadinha, agiu com a cabeça.  Foi melhor assim, ninguém consegue resolver um problema com bate-boca. 

Porém não deixamos barato. Fizemos questão de pegar a embalagem do salgadinho, bem na frente do porcalhão, e jogá-la numa lixeira próxima. O sujeito ficou de cara assustada e, pelo visto, entendeu direitinho o nosso recado. Pra completar, Soninha passou um olhar fulminante pra ele. Desaforo! 

A imagem acima eu busquei no blog do Professor Paulo, que anda bastante preocupado com essas questões ambientais. Confira.

Por enquanto, estou aqui refletindo sobre o modo como tratamos nosso planeta. Até quando os "sujismundos de plantão" vão aprontar essa sujeira? E, por falar em "Sujismundo", você se lembra desse personagem? Não? Então corra ao blog do Ricardo, pois nele você irá encontrar a história e uns vídeos do Sujismundo. Sugiro também que visite o site Planeta Sustentável e o blog da Monique. São superbacanas. Depois me conte o que achou.

pedro antônio de oliveira

6 comentários:

Morena disse...

Menino Pedro!!!!!!!!!!!!!!

Os habitantes considerados "racionais" do planeta Terra são os que mais irracionalmente se comportam, não cuidam de um lugar que para eles é essencial. Eu como geógrafa me revolto quando culpam o planeta pelos desastres nas chuvas, nos terremotos, na mudança climática, alguns são imprevisíveis porque são comportamentos do próprio planeta, mais outros são ações do próprio homem que causa as conseqüências irreparáveis.
Espero que a consciência das próximas gerações sejam melhores do que essa que aqui esta.
Porque se não fizermos algo, o ser humano vai ser o primeiro da lista de animais em perigo de extinção..

Um xerim vindo do mar..
-***

Suziley disse...

Oi, Pedro:
É, quando será que agiremos com respeito e amor à vida, às pessoas, ao meio ambiente?!! Eis a questão. Um ótimo domingo, beijos :)

Hugo de Oliveira disse...

É preciso lutar por um outro mundo possível com a conscientizando as crianças, jovens e adultos, sobre a importância do meio ambiente.


abraços
irmão.

Lucas Moratelli disse...

Nossa que saudade daqui. :)
Como vão as coisas Pedro?

_
Bem, isso é muito comum aqui pelos cantos do Rio de Janeiro. Eu, quando consigo, faço a mesma coisa. Pego do chão na frente do cidadão e faço a pior cara que eu conseguir... Mas eu tenho uma amiga que não faz questão de ser sutil, uma vez no ônibus a moça da poltrona da frente resolveu jogar uma embalagem pela janela. Esta minha amiga, que parece uma flor de tão calma gritou em alto e bom som: "SUA PORCA!". Consegue imaginar?
Foi divertido, mas é muito perigoso. Agente nunca sabe o que o porco pode fazer.

Mas tomara que o filho tenha entendido a situação. :)

Abraços.

Mimirabolante disse...

Tbm estou com saudades de escrever aqui,por que,ler......eu leio sempre.....Adorei esta postagem e fui correndo ler o final !!!!bjcas

Jodenir disse...

Dói.