19.9.10

Em tempos de promessas vãs


Quando discursam: é tudo lindo, tão perfeito
que a vida mais parece um shopping center.

pedro antônio de oliveira

15.9.10

Poder, sim


O querer é libertador,
renova suas forças contra a passividade que intimida e aprisiona.

pedro antônio de oliveira

14.9.10

Transparência


Queria ver refletido no espelho
exatamente o que guardam na alma.

pedro antônio de oliveira

Descobrir coisas novas



Quando eu era bem pequeno, adorava ler aquelas histórias curtinhas dos livros didáticos e que servem de tema para os exercícios (até hoje eu gosto!). E agora, anos mais tarde, tenho a alegria de ver meus próprios textos em obras de importantes educadores, como neste livro, "Português Linguagens - 5o ano", de William Cereja e Thereza Cochar, da Editora Saraiva/Atual. A crônica se chama "Pancada de meter medo" e foi originalmente publicada no meu primeiro livro, "Metade é verdade, o resto é invenção", da Editora Saraiva/Formato.

pedro antônio de oliveira

12.9.10

Alegre mania


Ela gasta horas da sua vida fazendo o que mais gosta.
Ela é tão sabida essa menina. Quer que todos repitam sua rima.

pedro antônio de oliveira

Saiba


Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.
Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudade, mate-a.
Se perder um amor, não se perca!
Se o achar, segure-o!

fernando pessoa

3.9.10

Puxão de orelha


De tempos em tempos, um querubim sopra coisas no meu ouvido. 
Ontem mesmo, ele pediu que eu só espalhasse pelo mundo o melhor de mim.  
Eu estou tentando.

pedro antônio de oliveira