28.5.09

Dizer obrigado


Eu fiz uma pergunta muito difícil pro Oráculo da Torre. Não pensei que fosse assim uma pergunta tão complicada, mas parece que é. Ele até agora não conseguiu me dar uma resposta convincente. Acho melhor ele se manifestar logo, senão o boto pra fora do castelo! (Boto nada! Não tenho a menor coragem de aprontar uma dessas com um cara legal feito ele!).

Mas como eu estava dizendo... eu perguntei pro Oráculo como a gente faz para agradecer o carinho de alguém. Afinal, é tanta gente bacana que todo dia escala a Torre, deixa mensagens, divulga o blog... E eu, sinceramente, estou no maior aperto. Não faço a mínima ideia de como conseguirei abraçar todo mundo, até mesmo aqueles que moram do outro lado do planeta. Preciso dar um jeito nisso!
..
PEDRO ANTÔNIO DE OLIVEIRA

23.5.09

Só mais feliz


Esse daí cansou de ser guarda-chuva!
Bem feito pro temporal!
PEDRO ANTÔNIO DE OLIVEIRA
PEDRO ANTÔNIO DE OLIVEIRA

16.5.09

Será quem é este?



Nesta torre, tem de tudo. De tudo mesmo? Sim, acho que sim! Bem... pelo menos, agora já tem caricatura. Foi o Clayton Ângelo quem fez, um grande amigo, com quem dou gargalhadas ao telefone, comentando as histórias que acontecem neste blog. É que a gente trabalha, como posso dizer..., quase no mesmo lugar, só que separados por alguns prédios - ou, quem sabe, torres - desta cidade de pedra.

Veja só como sou sortudo! Vivo ganhando presentes: comentários bacanas da galerinha que escala a torre, livros com autógrafos e caricatura! Caricatura? Por enquanto foi só uma. Mas... Quem se arrisca?

Visite o blog do Clayton Ângelo (http://www.claytonangelodesenhos.blogspot.com/
) e conheça tudo o que ele vive aprontando com muitas ideias na cabeça e um indescritível talento na ponta do lápis.

PEDRO ANTÔNIO DE OLIVEIRA
PEDRO ANTÔNIO DE OLIVEIRA

Dourado


O Dourado sofreu um bocado. Normal. Dizem que gente mal-informada costuma machucar mesmo o coração dos outros, apontando o dedo no nariz de quem é diferente. Mas afinal de contas, existe neste mundo alguém que seja igual a alguém? Então não é todo mundo diferente?

Já ouvi dizer que discriminação é falta de informação. O Dourado era bonito, mais que os outros. Isso por acaso é algum pecado? E sabe de uma coisa? Não vou contar mais nada. Vou deixar que você leia o livro e o seu peito fique igual ao meu, todinho dourado.

Ganhei mais um livro do André Carvalho. Com autógrafo e tudo. Ganhei foi uma grande amizade que a vida vai contar em capítulos.

PEDRO ANTÔNIO DE OLIVEIRA

9.5.09

Pois o dia nasceu feliz





Mãe não é tudo igual,
mas é certo que o amor escolheu vários endereços.

Para as mães que já estão no ar.
Para aquelas que a gente ainda pode ver.
Para todas que moram no coração.
O nosso melhor presente!
PEDRO ANTÔNIO DE OLIVEIRA
PEDRO ANTÔNIO DE OLIVEIRA

6.5.09

Dica do Oráculo da Torre

Não se arrisque à toa.
Se você tem asas, por que então não voa?

PEDRO ANTÔNIO DE OLIVEIRA

Mais adiante

Porque a vida é uma imensidão
de retratos pregados na parede do infinito.
E, além do amor que se sente,
há sempre um teto aberto
sobre o coração da gente.

PEDRO ANTÔNIO DE OLIVEIRA

1.5.09

Nossos heróis não morrem





Nós precisamos de heróis para viver. E o que acontece então quando eles de repente vão embora, deixando a vida com uma dose a menos de sonho?

É hora de acreditar que um herói de verdade não precisa usar capa nem lutar contra vilões funestos. Um herói mesmo faz a gente descobrir que a vitória inventa muitos caminhos.

E se o coração se alegra mesmo sentindo saudade, ao se lembrar desse herói, é porque na realidade ele continua vivo.

PEDRO ANTÔNIO DE OLIVEIRA


Há 15 anos, Ayrton Senna sofria um acidente fatal na curva Tamburello, no autódromo de Ímola na Itália, durante o Grande Prêmio de San Marino de Fórmula 1. Naquele dia, o Brasil teve a certeza de que havia uma outra grande paixão ocupando nossos corações, além do idolatrado futebol.