9.10.08

Dia das crianças


Não me deixe só
Que o meu destino é raro
Eu não preciso que seja caro
Quero gosto sincero de amor (...)

"Não me deixe só" - VANESSA DA MATA

2 comentários:

Edmundo disse...

Sensívee e corajosa esta postage, meu amigo. Porque nas comemorações de dias assim, normalmente pensameos só nas que estão felizes, acompanhadas, repletas de brinquedo. Que a criança ainda tenha oportnidades nesta vida. Muitas!!! Abraçao.

Edmundo disse...

PS: desculpe os "erros" de digitação, mas na verdade, não são. O teclado aqui anda em falta (rsrs) e só aceita digitar letra por letra.... lentamente... haja! :)