12.8.08

Eu abraço...


O abraço é um negócio tão gostoso que devia durar para sempre. Quando a gente abraça, os corações se misturam e organizam uma batucada. O verão de um invade o inverno do outro e tudo vira primavera. A gente protege. A gente sente proteção. Na hora de um abraço, é tanta coisa que acontece... Um segredo pode ser contado ao pé do ouvido. Um choro pode se derramar e virar cachoeira, e virar alívio no instante seguinte, e virar alegria, e virar dia de sol. A saudade, apertada no abraço, costuma virar uma grama macia, boa para se deitar e tirar um cochilo. O abraço é sabido como ele só e deixa sempre escapar um sorriso, e a tristeza... ah, essa vai embora, sem graça... Porque o abraço pode se transformar em algo assim tão lindo que as palavras não sabem contar direito. Haverá um tempo em que todo abraço será um beijo.

PEDRO ANTÔNIO DE OLIVEIRA

2 comentários:

Rebecca Sky disse...

Sem dúvidas, um dos meus favoritos!
beijos da sua (assim espero) amiga, Becky!
(www.beckypaper.blogspot.com)

Adriana ♣* disse...

M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O!!!!
Beijos
Adri